Arquivo | 11:12

Boneca de Luxo e… Vampiros!

26 jul

Depois de dias de chuva, pude fotografar o esmalte da semana com um solzinho de fundo… Delícia!

A escolha é um vermelho lindo da coleção Impala Muito Luxo, o Boneca de Luxo. Sabe aquele vermelho que dá um ar de Diva à produção? É esse mesmo!

Confere só a cor:

E, para combinar com o vermelhão, nada melhor do que falar sobre vampiros, não é? 😀 Por isso, a dica de livro de hoje é um clássico: Drácula, de Bram Stoker.

Se você gosta de contos vampirescos certamente já deve ter lido o precursor deste tipo de história, que, na minha modesta opinião, é o melhor de todos os livros sobre o assunto.

Drácula, o personagem título do romance de Bram Stoker (1897), instalou a imagem do “vampiro” na cultura popular do século XX. Este foi inspirado no príncipe Vlad Tepes Drácula, conhecido por ser um cruel e sanguinário guerreiro, que marcou significativamente a história de seu país, Walláchia, região da atual Romênia, onde reinou por três vezes.

Para além da história “oficial”, o livro narra a trajetória deste líder, que, ao defender a igreja cristã contra o ataque dos turcos, tem sua noiva Elisabetha enganada: esta crê que seu amado morreu e então atira-se em um rio, afogando-se.

Vlad, ao retornar da guerra e constatar o falecimento de sua amada – condenada ao inferno devido ao suicídio – renuncia e renega a Deus e à igreja, jurando só beber sangue a partir daquele momento, tornando-se um vampiro.

Quatro séculos depois, ele descobre a reencarnação de Elizabetha em Londres, no corpo da jovem Wilhelmina Murray (Mina). Jonathan Harker, noivo de Mina, parte a trabalho para a mansão do Conde Drácula – que inicia assim o seu plano para reencontrar Elizabetha.

Lá é feito prisioneiro, enquanto Drácula se encaminha à Inglaterra para rever sua amada. O livro consiste em uma busca desesperada e sofrida do amante para reconquistar seu grande amor.

A história foi adaptada para o cinema em 1992, sob a direção de Francis Ford Coppola, trazendo Gary Oldman para o papel do sedutor Conde Drácula, Winona Ryder como Mina e Keanu Reeves interpretando Jonathan Harker.

Recomendo ambos, mas tenho que dizer que, ao contrário do que se possa pensar, gostei mais do final do filme!

Beijos