Consumo Sustentável: Brechós

6 fev

O meu fascínio por coisas antigas não é de hoje. Tanto que me formei em História, não é mesmo? 😛

Mas o interesse foi crescendo à medida em que conheci blogs incríveis de lifestyle vintage, em especial o My Little Ice Cream, cantinho da DIVA e fofésima Lilian Larrañaga. ♥

No entanto, acredito que um dos fatores preponderantes pelo meu amor por brechós surgiu quando voltei para a faculdade para estudar Moda. A ênfase no consumo desenfreado e movimentado pelas tendências do momento, praticado por alguns professores – e  muitos alunos – resultou em um efeito contrário no meu modus vivendi.

Ao invés de me tornar cada vez mais consumista, fato que, infelizmente, se repete em demasia no meio, passei a refletir (ainda) mais sobre esta sociedade onde tudo se compra, e tudo (ou todos) se vende.

Passei a frequentar brechós com mais afinco, principalmente os beneficentes, visto que, aí, a minha escolha de consumo parece ter, de fato, um propósito. Encontrei artigos LINDOS e de ótima qualidade à preços módicos, o que me fez querer descobrir todos os meandros deste “novo” estilo – seja no tocante à roupa e objetos em sí, ou seja pela busca de uma qualidade de vida mais sustentável e com menos “contas para pagar”.

Além disso, adoro imaginar quem pode ter usado aquela roupa, em qual ocasião, se a pessoa estava feliz ou triste, ou mesmo, se tratava-se de um artigo jogado no armário e relegado ao esquecimento, não fosse a possibilidade do mesmo ter se encontrado com uma guria nostálgica e muito romântica em relação ao passado.

O mais bacana é que os “achadinhos de brechó” podem ser usados, em seu estado original  (vintage) ou transformados em algo “novo”, ultra moderno, que carregue a sua identidade sem deixar de ter uma história. Além disso, cortar uma blusa de R$ 4,00 é BEM menos dolorido do que uma de R$ 40,00, não é? 😛

Confesso que ainda preciso exercitar este desapego de tudo que eu ainda não ví (ou tive), pois minha veia historiadora ainda grita quando penso em tesouras dilacerando peças antigas, mas acho que, até isto, vem com a experiência – mas é claro que arruinar um vestido original e melindroso de 1920 está totalmente fora dos meus planos. hehe

O bacana é a procura desinteressada. Muitas vezes vou ao brechó sem a intenção de achar nada específico, e acabo encontrando verdadeiros tesouros.

Por isso, convido à todas(os) à visitarem estes “museus” de vez em quando, mesmo que seja para ter uma experiência diferente das que costumamos ter na sociedade de consumo, onde tudo está disponível e, ao mesmo tempo, às vezes não encontramos nada que nos agrade de fato, e acabamos levando por falta de opção. Chega a ser irônico, não? 😛

E para quem acha que brechós e antiquários são salas empoeiradas e cheirando à mofo, que tal conhecer estes em apenas um clic? Aí vai uma listinha com lojas virtuais com artigos de segunda mão (ou vintage nunca usados) bacanérrimas!

Mas Q Achado!

Modismo Shop

Pistache Bazar

Pinches Vintage

Vintage Memoirs

Dress Like a Nerd

L’oiseau Acesssórios Vintage

Espero que gostem das dicas e, por favor, quem tiver mais ideias não exite em escrever aqui! Estou sempre à procura de brechós virtuais interessantes! 😉

Anúncios

36 Respostas to “Consumo Sustentável: Brechós”

  1. Taís fevereiro 6, 2012 às 15:27 #

    Ótimo post Ana!
    Também sou a favor de comprar em brechós, tenho tido experiências ótimas.
    Admito que sou mais consumista do que deveria, mas tenho estado mais consciente e tentado controlar esses impulsos. Tem um brechó online que seguido acho coisas legais: http://xicabrecho.blogspot.com/

    Beijos!

    • Ana Luiza fevereiro 6, 2012 às 15:30 #

      Oi Taís! Que legal te ver por aqui! 😉
      Eu também tenho fases bastante consumistas, mas acho que estou ficando mais tranquila em relação a isto… Ou ao menos espero! heheheheh
      Vou espiar tua dica!
      Beijão

  2. Taís fevereiro 6, 2012 às 15:33 #

    Agora que comentei fui dar uma olhada e não tem achados nesse blog hahaha Mas eu olhava antigamente e tinha… Desconsidera.

  3. karinabn fevereiro 6, 2012 às 16:10 #

    Sempre tive pensamento limitado sobre brechós, pensava que era roupa de gente morta e essas coisas. Mas de um tempo pra cá percebi que não era de fato só isso. Bom ainda não tive a oportunidade de garimpar nada em um, mas deve ser muito lúdico e interessante ficar algumas horas procurando algo que você não tem ideia em um monte de artigos com histórias pra contar e imaginar. To aprendendo a me controlar em relação ao imediatismos das tendências da moda. ótimo post Ana.

    • Ana Luiza fevereiro 6, 2012 às 16:18 #

      Sim, existe mesmo esse preconceito, por lembrar alguma dor, perda, enfim. Mas acho que é uma questão de costume Acho que quem tem este tipo de pensamento deve visitar um de vez em quando, tenho certeza que se surpreenderá! 🙂

  4. Amanda fevereiro 6, 2012 às 16:38 #

    Eu adoro brechó! O problema é que aqui em Brasília até os brechós são caros 😛 Tem que garimpar bastante pra achar algo com bom custo-benefício.

    Minha sogra sempre viaja pra Goiânia e direto ela aparecia com umas calças jeans de 1 real. Aí um dia ela comentou com a gente “nossa, os brechós de Goiânia estão ficando muito caros, agora só encontro calça de 5 reais”. hahahahahah Vê se pode? XD

    • Ana Luiza fevereiro 6, 2012 às 16:41 #

      Pois é, o fato é que o vintage ganhou status, e agora muitas coisas são super caras! Mas sempre dá pra achar algo bacaninha… 🙂
      E que engraçada essa história! 5 reais tá uma BELEZA! hehehehe
      Beijos

  5. Lala fevereiro 6, 2012 às 17:13 #

    Oi Flor!!! Adoramos seu blog!
    Depois dê uma olhada na nossa loja online! Ela está em promoção e tem peças lindas!!!

    http://www.lalaloja.com.br

    Beijosss!!

  6. Larissa fevereiro 6, 2012 às 17:29 #

    Adorei as dicas!! Realmente, certos brechós não tem muito cuidado com as roupas e com o ambiente; mas estão em alta e cada vez aparece mais querendo se diferenciar!Acho tri essa coisa de reciclarmos a moda…afinal muitas tendências do passado estão sendo “reformadas”!

    • Ana Luiza fevereiro 6, 2012 às 17:47 #

      Sim, isso é muito verdade! Comprei umas camisas no brechó que tem um design tão atual -retrô, mas atual 😛 – que ninguém diz que foram compradas lá! 🙂

  7. Kel fevereiro 6, 2012 às 18:05 #

    Adorei o post! Aqui em Curitiba os brechós são muito comuns e tem para todos os gostos e bolsos. Existem também brechós especializados o que facilita a busca, também é fácil encontrar brechós que só vendem roupas modernas, contraditório não? Eu já montei um guarda-roupa somente comprando nesses estabelecimentos, levei para casa peças boas de qualidade superior com baixo custo. A idéia da sustentabilidade que os brechós proporcionam também me agrada muito, o que não deixa de ser uma reciclagem. Beijos

    • Ana Luiza fevereiro 6, 2012 às 18:41 #

      Guria, eu morei um ano em Curitiba, e ficava LOUCA com os brechós daí! 😉
      E sim, dá para montar um guarda-roupa tranquilamente só com roupas de brechó e, sinceramente, estou empenhada nisto!
      Beijão

  8. Bianca Ladyhawke fevereiro 6, 2012 às 22:49 #

    A Dona Marlei, do Brechó da XV de Pelotas, é minha velha conhecida, hauahauahuahaua Adooouro!

  9. brecho da xica fevereiro 7, 2012 às 0:38 #

    Meninas, vim aqui por que vi entradas daqui pro blog!!! Adorei esse post e não conhecia o blog! Vi a indicação da Tais, que adorei por sinal! Quero, realmente e sinceramente, a ajuda de vocês, pra não deixar o blog perder a identidade que tinha no começo!!!

    O Brechó da Xica existe mesmo, fisicamente falando, temos o face (onde postamos mais novidades e peças – de todos os valores!!)

    Não achei ruim hora nenhuma a crítica da Taís..queros opiniões mesmo, sobre posts que gostaram e que sumiram!!

    Beijos!!!!

    http://www.xicabrecho.blogpsot.com

    Cacá

    • Ana Luiza fevereiro 7, 2012 às 13:34 #

      Ahhh, que bom saber que o brechó não acabou! Vou espiar o face!!!!!!! =*

  10. brecho da xica fevereiro 7, 2012 às 0:42 #

    Ah, e o face da loja.. http://www.facebook.com/brechoxica

  11. Aline Amorim fevereiro 7, 2012 às 11:02 #

    Ótimo post. Aqui na minha cidade os brechós só possuem roupas velhas e feias. Nada de vintage bonito.
    Online é uma ótima opção. Vou da uma olhada.
    Beijos

  12. Juli fevereiro 7, 2012 às 11:04 #

    Na minha casa sempre foi comum comprar roupas de brechós, não só pela economia, mas porque gostávamos de encontrar peças diferentes e exclusivas. Como sou de Porto Alegre, por lá tem muitos, muitos brechós, e as pessoas compram na boa, mas quando vim morar em Joinville, SC, notei o preconceito, quando eu dizia que comprava roupa usada a pessoa sempre me olhava de cara feia, com nojinho, hahaha, quando isso acontece explico que roupa é algo que dá pra lavar e pronto, está novo!

    Agora o vintage está na moda e tomara que acabem com esses preconceitos, precisamos de mais brechós com peças bacanas, e também criar o hábito de não jogar roupa fora né? No exterior dá pra encontrar muito mais peças antigas porque as pessoas guardavam, valorizavam…

    Sou formada em Design de Moda, e apesar do meu curso incentivar o consumo desenfreado (mesmo!), sou totalmente contra isso, o mundo nunca vai ser sustentável enquanto a indústria da moda não se renovar e começar a pensar diferente!

    Adorei o post! Estou com uma lojinha online de roupas vintage, se quiser dar uma olhada:

    http://www.shoplavanille.com

    Beijos

    • Ana Luiza fevereiro 7, 2012 às 13:40 #

      É bem isso, lavou, tá novo! 🙂
      om essa “onda vintage”, acho que o preconceito vai diminuir sim… Ou assim espero! Mas que não subam os preços, né? heheheheh
      E sua loja é LINDA!

  13. Lenize fevereiro 7, 2012 às 15:11 #

    Acho super interessante esses brechós Ana! Mas confesso que virtualmente eu tenho medo de comprar e não dar certo!! :~
    Mas há uns dias eu estava com vontade de visitar os brechós da minha cidade e depois do seu post vou criar coragem e começar a procurar por esses achados! 😀

    • Ana Luiza fevereiro 7, 2012 às 15:19 #

      Aeeeee!!!!!!! Campanha #VisiteMaisBrechós dando resultado!

  14. Carol Menezes fevereiro 7, 2012 às 19:22 #

    Eu e uma amiga sonhamos em abrir um brechó aqui em Salvador. Começamos de maneira bem modesta com uma lojinha virtual com coisas novas e outras não. Nossa intenção é ser cada vez mais brechó! Olha nosso canto: loja.marianastacia.com

    • Ana Luiza fevereiro 8, 2012 às 10:05 #

      Ahhh, que legal! Sorte pra vocês!!!!!!!! ❤

  15. Tau fevereiro 10, 2012 às 18:17 #

    Amo brechós! 90% do meu guarda-roupas vem de brechós ou de peças vintage da mãe, da vó, das tias, ou de pessoas que ‘não são mais tão magrinhas’ e me dão pq ‘sabem que gosto de coisas antigas’ hauhaua =D Hehe! Vantagens de se ter um manequim esguio, acha-se mts roupas tam p e pp nos bazares da vida: ‘estava esperado por vc’, huaha ‘ td mundo experimentava mas não servia’, rsrsrs, já ouvi várias x! E é verdade que existe um certo preconceito, mas tb é verdade que diminuiu bastante, pelo menos aqui em São Paulo, e mesmo no interior onde moro desde quando comecei a frequentar, lá menina. Já cheguei até ser até ofendida pelos colegas na escola, hauhauha, hj (que bom!) é modinha entre os adolescentes por aqui, td a ver com o estilo punk pós tudo que faz sucesso entre a moçadinha, huahuaha! Eu, gosto de garimpar peças de alfaiataria e vestidos de época, já achei preciosidades por 10, 15, 20$… No máximo 30$! Mas pena, nunca dou sorte com sapatos! Que são minha paixão! Quase não gasto grana com roupas, em compensação! Vai td em calçados! Hhuahauhau! Ai, Ana, sempre acho modelinhos vintage liiiiiiiindos por aqui, mas tds pequenininhos, serviria em ti, hihihi! Não sei pq, é só eu ver um tesouro desses dando sopa que, bingo! 33/34, 35… ;^P Esses dias mesmo, um mocassim de salto que vi de longe – minúsculo ¬¬ Achei que vc ia gostar, hehehe =DDD Amay o post, as imagens, td! Parabéns! Quase não comento mas sempre apareço por aqui viu? Adorei as idéias de decoração, estou super aplicando! Tanks e bjsss ;^***

    • Ana Luiza fevereiro 10, 2012 às 18:22 #

      Tau!!!!! bem vinda de volta! hehehehehe
      Eu tb nunca acho sapatos, manda esses pra cá!:P
      Beijocas, fico feliz que tenhas curtido o post!

  16. MasQachado! fevereiro 15, 2012 às 21:38 #

    Querida, obrigada por linkar o brechó MasQachado! Ele nasceu do meu prazer em comprar em brechó….percebi que muitas vezes acabava levando peças que não tinham o meu tamanho, nem o meu estilo, mas eram “achados” e eu não conseguia deixá-las lá! Sei que nem todos tem paciência de entrar em brechós empoeirados e que dão tontura de tanta informação, então aproveitei que eu tenho paciência e adoro fazer isso para criar o brechó online com tudo já lavadinho e selecionado 😉 Sempre tem novidades!
    twitter – @masqachado

    • Ana Luiza fevereiro 20, 2012 às 11:40 #

      Que bacana, os brechós virtuais são mesmo uma BÊNÇÃO! heheheheh
      Beijos

  17. Brechó Casamenteiro abril 11, 2012 às 9:32 #

    Vem conhecer também o Brechó Casamenteiro http://loja.brechocasamenteiro.com.br.
    A idéia surgiu da necessidade de um casal de amigos que precisa juntar dinheiro para o casório deles. Deu tão certo e continua no ar com bastante coisas legais.

  18. rosina maria de oliveira maio 20, 2012 às 14:08 #

    quando fiz faculdade sem grana nenhuma fiquei freguesa de um brexó,até a roupa da formatura foi de lá amoooooo.

  19. Maria Aparecida Vieira Cascaes junho 18, 2013 às 23:50 #

    Ola,sou amiga e parceira das coisas simples,mas de bom gosto…Moro em B.C.Santa Catarina.Gostaria muito de saber os lugares em Curitiba,onde poderia encontrar brecho,bacana.Sempre passo meus finais de semana em Curitiba,ai acho mas um motivo bom motivo pra fazer feliz,kkkkkkkkk…Já que felicidade temos que buscar,onde podemos encontrar e melhor que seja em umas comprinhas.Amigas,abraços e pra todas nós sempre saúde e sucesso.Beijos!
    Espero poder,estarmos trocando endereços que satisfazem nossos gostos e nossos bolsos.Isso faz um bem enorme pra alma!!!

Multiplique sua ideia conosco!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: