Arquivo | 9:36

Sobre jóias, esmaltes, e tudo mais

9 ago

Segundo o Guia do Mochileiro das Galáxias, Lápis Lazuli é uma rocha metamórfica de cor azul, a qual foi altamente apreciada por uma civilização humanóide que viveu na Terra antes de existirem computadores, celulares e afins; os faraós egípcios.

Muito tempo depois, o tal Lápis Lazuli passou a ser usado como adorno nas unhas de algumas terráqueas, que, vaidosas que são, sempre adoram uma novidade esmaltística (ver p.12, sobre esmaltes no Guia).

Nesta imagem vocês podem ver o efeito que a tal jóia provoca quando transportada para as unhas:

Bonito, não é? A empresa que teve a brilhante ideia foi a Risqué, com sua coleção Jóias Místicas. Todas as terráqueas ficaram felizes por ter a oportunidade de ter algo tão precioso ao alcance de suas mãos – e ainda com acabamento fosco! É só correr para a farmácia mais próxima. (Êta povinho engraçado esses humanos. Eles se contentam com tão pouco… :P)

Após este breve explicação do Guia sobre o Lápis Lazuli, é minha vez de falar sobre este importante e utilitário livro. Escrito por Douglas Adams na década de 1970, O Guia do Mochileiro das Galáxias traz a história de Arthur Dent, um típico inglês que, ao acordar em uma manhã que parecia comum como as demais, descobre que tem mais motivos de preocupação do que a destruição iminente de sua casa – onde será contruída uma via expressa.

Ford Prefect, o melhor amigo de Arthur, revela ao mesmo que é um extra-terrestre de passagem (mais longa do que ele imaginava) pela Terra, e que dentro de alguns minutos o planeta será destruído pelos Vogons – população alienígena extremamente burocrática e personas non gratas em toda a Galáxia.

Os dois amigos, seguindo as explicações do Guia, pegam uma carona na nave vogon, dando início à uma jornada pelos confins do universo! O resto eu deixo para quem ler o livro, mas não esqueçam de sempre carregar uma toalha!

Beijos

Anúncios